quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

"Artistas Callejeros"

.

Arrancam o sorriso de uns e a indiferença de outros.
Dos primeiros recebem, muitas vezes, uma moeda.

Avançamos, mesmo que involuntariamente, em passos ritmados ao som da sua música.
Assim vão mostrando a sua arte.

Gostei de os ouvir tocar Piazzolla... Gardel...

.

5 comentários:

AFRICA EM POESIA disse...

MARGARIDA

É apenas...POESIA...
um beijo


SOLIDÃO


O que é afinal a solidão?
Solidão será que é estar só?
Solidão será afinal o quê?

Solidão é sentir que estou só
Mesmo só, mesmo tendo muita gente
Gente que me rodeia mas não a vejo...

E assim a solidão entrou aqui
Entrou e resolveu fazer do meu eu
A sua morada permanente.

E a solidão que é mesmo solidão
Está no meu coração e dói...
Sinto-a mesmo estando rodeada de gente

E então penso como combatê-la
Como parar esta solidão que aleija
Fecho os olhos e penso que ao acordar...

A solidão partiu para sempre
E foi procurar outro peito, outro eu
Para poder morar...

E ao sonhar
Tenho a Esperança
De não mais
Sentir a solidão...


LILI LARANJO

Se qyuizeres o meu novo livro diz...

Marlene Maravilha disse...

Olá minha linda Margarida!
Eu também gosto muito de musica! E cada país tem a sua arte e cultura.
Nestas, sinto prazer em ouvi-las.
Deus te abencoe!
beijos

bicocacolors disse...

Margarida que bien has captado el momento, esta foto tiene hasta ritmo!!!
me encanta!!!

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Margarida, bela fotografia a P&B...Espectacular....
Votos de bom fim de semana....
Cumprimentos

Hellag disse...

e eu vi-me a dançar! bjs :)